Cobertura de Show – Meus Amigos Estão Velhos e Vinil 69

15/02/2020 - Bardos Bardos (Salvador - BA)

Sábado à noite, dia de pré-carnaval (“Fuzuê”) em Salvador. Mas no Rio Vermelho, uma galera vai na contramão e resolve fazer rock sujo e barulhento num lugar minúsculo chamado Bardos Bardos. O ambiente respira rock ´n roll, com guitarras por todo lado e cartazes pelas paredes (e adesivos de bandas cobrindo boa parte da parede do banheiro). Uma nova versão do bom e velho (e extinto) Calypso.

Quem primeiro subiu ao “palco” foi a Meus Amigos Estão Velhos, “supergrupo” formado por nomes já conhecidos da cena rock soteropolitana. Cada vez mais entrosados, tocaram todas as músicas do seu primeiro EP, “Mojave Mojito” e 4 músicas que provavelmente estarão em um próximo disco: “Calma”, “Eu sei que você sabe”, “Novos amigos” e “Mamata” (que traz a frase “essa mamata vai acabar”, uma bela alfinetada irônica no pessoal que chegou ao poder e não acabou com “mamata” nenhuma…). Como já disse na resenha do EP, eles podem estar velhos, mas não “too old to rock n´ roll”. O próximo show da banda será dia 14 de março, no mesmo Bardos Bardos, comemorando os 40 anos do guitarrista Bruno Carvalho. Sempre vale a pena ir vê-los novamente.

Em seguida, foi só entrar mais um guitarrista, e trocar de vocalista, e a MAEV se torna a Vinil 69. Em determinado momento do show ouço alguém falar: “É uma banda clássica dos anos 90, tipo Úteros em Fúria!”. Na verdade, a banda surgiu em nos anos 2000 e oficialmente já terminou há alguns anos, mas, para nossa sorte, de vez em quando resolve voltar para fazer um show. E que show! Insanos e ensurdecedores, alternaram entre os “hits” da banda e clássicos do rock (“Brown sugar”, “Highway to hell”, “My generation”, “You really got me”…). Parecia até que a banda nunca tinha terminado. Agora é esperar que eles decidam se reunir novamente mais vezes!

Confiram as fotos do show:

Você pode gostar também