Pastel de Miolos: baterista Wilson seguirá só

A banda Pastel de Miolos divulgou o seguinte comunicado em suas redes sociais:

Chutar o pau da barraca sempre foi uma premissa básica para o punk rock. E a Pastel De Miolos sempre honrou com louvor esse fundamental item do “faça você mesmo”.

São anos e anos de total desobediência civil.

Mas, depois de tantas atividades, e após as saídas de Alisson e Alex no último mês de abril, é preciso parar para refletir e traçar novos caminhos.

Por esse motivo, Wilson, o único que nunca deixou a PDM, o que sempre esteve na frente da gestão da banda, seguirá só. Quer dizer, seguirá traçando novos planos, abrindo o baú, botando as entranhas pra fora e desenvolvendo o que será a PDM pós-pandemia.

A PDM tem uma história, fez história e acredita ser parte de uma história maior. Ao longo dos últimos 25 anos, não parou um único minuto. Foi uma rotina altamente produtiva e que rendeu 3 fitas cassetes, 5 álbuns, 1 bootleg ao vivo, 1 DVD Bootleg, 2 EP’s, um CD Tributo em sua homenagem, participação em várias coletâneas e de tributos a outras bandas, centenas de shows pelo Brasil e 2 turnês pelo velho continente europeu.

A PDM quer, portanto, tirar um cochilo, pois seu integrante é um jovem senhor. Mas sua postura ainda é a de mobilização permanente. Ele sempre está pronto para reagir. E com certeza re-agirá, quem sabe em breve, quando voltarmos a “normalidade”, quando vencermos essa guerra contra a pandemia e contra esse “desgoverno” que se instalou no Brasil. Após todo esse turbilhão, Wilson voltará com uma PDM mais forte e brutal, tocando punk rock/hardcore como sempre tocou.

Tocamos punk rock! Tocamos hardcore!

Você pode gostar também