Desrroche

Do Gótico ao Industrial Rock na Bahia

Criada em 2002 com performance extremamente dinâmica, letras cantadas em português ligadas ao modo de vida, questionamentos e as relações humanas, a Desrroche explora um terreno ainda pouco conhecido pelo rock baiano, com uma sonoridade bastante marcante e estética do Rock Industrial e Gótico, traz como ponto forte, visual extremamente característico do estilo, o que a torna inconfundível por onde se apresenta.

A Desrroche tem como umas das suas principais características, a utilização efeitos especiais e de iluminação, além de adotar um aspecto teatral em suas apresentações, produzindo um ambiente impressionante, mas cativante, mesmo para quem não é adepto do estilo, carregando em seu som, fortes influências da escola alemã de Rock Industrial e Gótico.

Criada de forma ímpar, com visual forte e uma linha de arte centrada nos valores humanos e religiosos, a banda obteve destaque no cenário baiano por sua performance e caracterização, mesclando elementos teatrais, visuais e dança, ainda sim, mantendo seu som marcante calcado na estética do Rock Industrial e gótico.

A Desrroche apresentou-se por 08 vezes no Festival Palco do Rock, celebração pública para este segmento, que acontece durante o período do Carnaval Baiano, obtendo mérito artístico e conquistando 06 premiações. Aprovada pelo credenciamento artístico junto à CCPI e SECULTBA, obteve grande destaque entre os artistas selecionados e maior pontuação do quesito mérito artístico.

Em 2016 a banda recebe destaque no credenciamento realizado pela SECULT da cidade de Camaçari/BA, obtendo 4º lugar com a proposta de show “Se Eu Morresse Amanhã”, aprovada para a apresentação no
5º Festival de Cultura e Arte.

Em 2015, foi indicada ao Prêmio Caymmi de Música em 03 categorias representando o rock baiano e participa com produção independente do maior Festival Gótico realizado no Nordeste, o Subterrâneo Gothic Rave, em Campina Grande/ PB.

Assista Caixa do Segredo (clipe):

Contatos:

Você pode gostar também