Cobertura de Show – Ronei Jorge: Sessão Especial

22/12/2018 - Commons

O ano de 2018 foi marcante na carreira do músico Ronei Jorge. Ele finalmente lançou o seu primeiro trabalho solo: o excelente “Entrevista”. E nessa Sessão Especial na Commons, Ronei apresentou essas novas canções ao vivo, além de relembrar alguns “hits” da sua banda anterior: Ronei Jorge e os Ladrões de Bicicleta.

Pouco depois das 21 horas, Ronei Jorge e sua banda subiram ao palco da Commons. Um horário que pode ser considerado “cedo”, levando em conta a tradição dos shows de rock – principalmente no Rio Vermelho em Salvador – de começarem depois de meia-noite. Então essa foi uma ótima oportunidade para os fãs mais “velhos” do músico poderem assistir um show de Ronei em um horário mais adequado.

O disco “Entrevista” foi tocado quase em sua totalidade e é impressionante ver como ele funciona ainda melhor ao vivo. O show começou com “Noites de Goiabada”, canção que tem uma pegada de nostalgia, que sem dúvidas é um dos principais sentimentos evocados durante a apresentação. Ao vivo fica claro que apesar de se tratar de um trabalho solo de Ronei Jorge, a banda que o acompanha tem um papel fundamental na musicalidade das suas músicas.

A começar pela linda voz de Luisa Muricy, que apesar de não ter participado das gravações de “Entrevista”, mostra uma ótima química de palco com Ronei. O vocal da tecladista Aline Falcão completa essa “dinâmica vocal” da banda, ou seja, temos Ronei e suas “ronetes”. O guitarrista Ian Cardoso também contribui com sua voz, mas é com seu instrumento musical que ele mostra sua presença marcante. Com ele na banda, Ronei fica mais livre e alterna algumas músicas com o violão ou fica apenas com o microfone na mão.

O baterista Maurício Pedrão já vem dos Ladrões de Bicicleta, então ele já está em sintonia com o músico e cuidando bem do ritmo das canções. Fechando a “cozinha” temos o baixista Taciano Vasconcellos, que entrou na banda para os shows ao vivo após a saída de Carla Suzart – que curiosamente era tão “importante” que precisou de duas pessoas no seu lugar, já que além de Taciano tivemos também a entrada de Luisa.

Felizmente Carla estava presente na noite, então aproveitou para matar saudade da banda e subiu ao palco para uma fazer uma participação muito especial “apenas” com sua voz. Sua presença deixou a execução de “Que Amor É Esse?” ainda mais emocionante, sentimento que era visível na execução dos músicos e principalmente em seus rostos.

No entanto, os momentos mais emocionantes em relação a resposta do público sem dúvida foram quando Ronei relembrou os Ladrões de Bicicleta. É aquela coisa da nostalgia, faz parte. Mas é bom relembrar canções tão boas da carreira do músico como “Vidinha”, “Você sabe das coisas – Nega” e “Frascos, Comprimidos e Compressas” – todas do 2º disco da banda.

Ao final do show o público pediu por mais, então a banda tocou – mesmo sem ensaiar – mais uma música dos Ladrões de Bicicleta: “Aquela dança”. Foi nessa hora que o show praticamente virou um “carnaval” com o público dançando e cantando junto com a banda. Além da surpresa pela própria execução surpresa dessa canção, Ronei ainda fez um “mashup” com um grande “hit” da música pop brasileira: “Baba” da cantora pop Kelly Key. Diversidade é tudo!

Com pouco mais de 1 hora de duração e 15 canções, Ronei Jorge fechou 2018 com uma excelente apresentação, mostrando todo o seu talento e carisma – amplificado por sua banda maravilhosa – deixando claro que “Entrevista” soa ainda melhor ao vivo.

Galeria de Fotos:

Você pode gostar também